Fashion

Símbolo do Vestuário Masculino: Gravata, Parte I

A origem da gravata é um pouco incerta: alguns dizem que foram os egípcios que usavam o ornamento como forma de proteção espiritual – como uma espécie de amuleto; outros afirmam que ela surgiu na época das guerras do imperador chinês Shih Huang, que usavam uma espécie de cachecol com um nó em volta do pescoço – significando símbolo de status entre as tropas.

Falando de uma época mais recente, imagina-se que os romanos foram os pioneiros no uso da gravata, que usavam algo envolvendo o pescoço e finalizavam com um nó, chamada então de focale. O objetivo principal ao utilizar esse acessório era para aquecer suas gargantas. Pode-se também atribuir a introdução da gravata aos mercenários croatas a serviço da França durante a Guerra dos Trinta Anos. Os pedaços de tecidos – muito similar ao cachecol usado hoje em dia – causou enorme alvoroço pela sociedade parisiense. O material usado variava entre tecidos grosseiros (usados pelos soldados) até o algodão e a seda pura (usado então pelos oficiais). Os franceses se encantaram com o ornamento e deram o nome ao objeto de “cravat”, que significa”croata”. Sendo assim, o rei Luis XIV ordenou que seu alfaiate particular criasse algo semelhante para que pudesse incorporar aos trajes reais.

A criação do rei foi acrescentada de rendas e tiras variadas, como mostra imagem abaixo:

No reinado de Luis XIV tivemos também o início à origem do terno.

Foi a partir dessa época que a gravata começou a ser usada pelos diversos povos e evoluindo em formas e tamanho. Em 1926 a gravata teve sua modelagem feita de forma que se tornasse mais elástica, realizada  em 3 partes, dando origem ao modelo que encontramos pelas ruas hoje em dia.

Curiosidade: Para quem gostaria de entender um pouco mais e ver imagens de roupas da época, vale ver o filme “O homem da máscara de ferro”.

Fonte de Pesquisa:

Wikipédia: http://pt.wikipedia.org/wiki/Gravata

Tieknot: http://www.tieknot.com

bloglovin

Posts relacionados

10 thoughts on “Símbolo do Vestuário Masculino: Gravata, Parte I

  1. Lá na Croácia eles juram que foram os inventores. Eles têm, inclusive, várias lojas sofisticadíssimas de gravatas.

    Beijo!

    1. Sô Rondon disse:

      Sério? hehehehe Já foi lá?

  2. Adoro saber mas sobre a história da moda..

    E adoro homem de gravata e tão chique ..

    Bjokas

    1. Sô Rondon disse:

      =) Já já falarei sobre os nós de gravata e outros assuntos dentro da moda social masculina!
      Que bom que gostou!!!!!

      Bjksss

  3. Marché Noir. disse:

    Gravata é um “adorno” muito interessante né, muda um look inteiro em um piscar de olhos.
    E hoje em dia, nós, mulheres, também podemos abusar desta peça incrível!!
    : )
    UM abraço, Carolina.

    1. Sô Rondon disse:

      É sim, depois que comecei a trabalhar com moda masculina não consigo parar de olhar para os homens na rua, chega a ser engraçado!! hehehe
      Eu adoro usar também, não só como no jeito tradicional, mas como cinto, faixa de cabelo… adoro! =)
      Bjkss

  4. Carol disse:

    Adoro gravatas, acho meio rockinho dependendo do look, mas as vezes acho bem fofucho! *-*
    Hoje em dia é um pouco difícil ver mulheres usando gravatas né?.. =/
    Mesmo que seja pra usar ao tradicional, ou usar a criatividade pra faixa de cabelo, cintos etc.. (igual vc rs’) acho que muitas acham estranho.. o que pra mim não é,mas muitas pessoas acham isso.kk’

    Beeeijo flor :*

    1. Sô Rondon disse:

      É mt difícil encontrar mulher usando mesmo… e acho que para usar, o look em si precisa estar mt feminino… senão fica feio, né??
      Eu gosto de usar diferente mesmo… como gravata uso mas sem ser com camisa social, etc. Adorei o risinho! hahahaha Bjkssss

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *